sexta-feira, 4 de março de 2011

O que e uma boa aula

Aula tem que ser motivante, estimulante para os alunos... Nos professores temos que motivar e acima de tudo, manter a motivacao dos alunos. Uma das maneiras e com musica. vejam so essa musica

video

Dessa maneira o aluno acaba fixando a materia e nunca mais esquece.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Pleonasmo

Vamos falar sobre pleonasmo, vamos ao video do nóis na fita.
video

sábado, 29 de maio de 2010

Mais etimologia

Como a copa do Mundo está bem perto resolvi postar aqui uma curiosidade sobre o drible da vaca. Alguem saberia dizer como foi inventado esse drible e o porque do nome?

Bem ao que consta o Garrincha, nosso eterno anjo das pernas tortas, nasceu na cidade de Pau Grande - interior do Rio de Janeiro. Nos jogos realizados la por muitas vezes acontecia das vacas entrarem no meio do campo e dai o jogador tinha q jogar a bola pra um lado e pega-la do outro para fugir da vaca. Dai o nome: Drible da vaca.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Um pouco de etimologia

Bom como o espaço é sobre linguagem resolvi postar hoje sobre etimologia. Falar em etimologia é falar da origem das palavras, de onde elas vieram e como nasceram. E nada melhor do que falar sobre a origem da palavra "blog". Alguém saberia me dizer de onde vem essa palavra tão pequena? Então vamos a historia dessa palavra:

Origem da Palavra Blog – A palavra blog tem uma origem curiosa. Foi cunhada por acaso no início de 1999, e ainda não é encontrada na maioria dos dicionários tradicionais. Entretanto, ela é dessas coisas da web que vêm e pegam definitivamente. Uma questão prática casual contribuiu para sua difusão, como se verá. O autor da palavra é Peter Meme, um apaixonado por palavras, seus significados, sua evolução, seus sons. Um exemplo de evolução de palavras é a palavra pé. Ela derivou do laitm pede. Alguém abreviou-a para pee e assim foi usada. Depois alguém cunhou pé e ficou. Em síntese:pede > pee > pé. (Dá-se o nome de etimologia a isso, ou seja, ao estudo da origem e evolução das palavras.) Peter Meme, segundo seu próprio relato, estava, em abril ou maio de 1999, distraindo-se com a palavra weblog, uma contração de web log. Web log é expresão usada em uma página da web para apresentar as recomendações de navegação do seu autor. É usada também para designar os registros do servidor que hospeda páginas da web, a partir dos quais são feitas análises e estatísticas sobre as visitas ao site. Peter Meme estava distraindo-se com a palavra weblog no primeiro sentido. E escreveu: "wee-blog", ou seja, dividiu a palavra de forma diferente, em seguida resumiu para "blog" a passou a usá-la em suas mensagens. Algumas pessoas que lhe respondiam usavam-na também e ele passou a gostar da brincadeira, principalmente porque a palavra soava-lhe primitiva, sem sentido e, principalmente, porque sua pronúncia em inglês é parecida com o som do vômito. Segundo Meme a palavra teria 'morrido' não fosse uma casualidade.Papel do Acaso – Uma empresa de nome Pyra Labs lançou, em agosto de 1999 (portanto cerca de três ou quatro meses depois), um sistema automático de publicação de weblogs ao qual chamou Blogger. Este sistema teve rápida difusão, sobretudo porque oferecia hospedagem gratuita, o que facilitou também a difusão da palavra blog. Ademais, pelo fato da expressão web log ter dois sentidos muito diferentes como indicado acima, blog passou a ser uma alternativa para designar o uso em páginas da web e evitar-se confusão com os registros efetuados pelos servidores. Consolidação do Uso – Em 2002 a palavra já era aceita em círculos linguísticos e derivações suas como "República dos Blogs" e "Blogosfera" eram usados com nauralidade pelos internautas. Outras palavras derivadas de blog: bloguista, blogorréia, blogador.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Professor 2

Diz a lenda que havia duas crianças patinando sobre um lago congelado. Era uma tarde fria, nublada e as crianças patinavam sem nenhuma preocupação. De repente, o gelo se quebrou e uma das crianças caiu. A outra criança vendo seu amiguinho debaixo do gelo, pegou uma pedra e começou a golpear o gelo. Quando os bombeiros chegaram perguntaram ao menino como ele havia feito aquilo, uma vez que era fraco e nao tinha muita força. Um ancião então respondeu: " Ele conseguiu, porque não havia ninguem ao redor dele para dizer que ele não era capaz.

Assim acontece, as vezes, nas escolas. Muitas pessoas dizem que fulano ou beltrando não é capaz de aprender, e o chamam de burro, de retardado etc. Nós professores temos, então, a responsabilidade de dar forças a cada aluno, a cada menino e menina para que todos possam aprender, todos possam desenvolver senso critico, que todos possam pensar e refletir sobre cada tema e assunto do dia a dia. Temos que proporcionar a cada um de nossos alunos a possibilidade de falar, de pensar junto, de nos ensinar, pois ninguém e dono da verdade e ninguém sabe mais do que o outro. Todos nós aprendemos e ensinamos. Todos nós somos alunos e professores. Não podemos nunca dizer: isto não e possivel. E, muito menos, deixar que nos digam. Pois tudo na vida é possivel, basta acreditarmos em nosso potencial!
Pensem nisso!!!

Professor

Hoje a postagem irá falar sobre o Professor. Um blog que tem como tematica a lingua, linguistica e literatura tem como a obligação destacar a importancia de um professor na vida de cada um de nós. Para tanto, uso, aqui, um texto retirado da internet para exaltar a profissão de educador e, de certa forma, homenagear a cada professor que passou pelo caminho da minha vida e de todos os professores de forma geral.

Duas garotinhas de dez anos de idade
conversam sobre o que querem ser na vida. A primeira,
orgulhosa, nem pensa duas vezes: “quero ser
médica!”. A segunda diz “e eu quero ser professora”.
“Professora? Só isso?”, retrucou a menina, com uma
certa arrogância. A amiga nem se abalou: “E você
acha que vai se tornar médica como? Tendo aulas
com um monte de professores, oras!”
Esse diálogo simples, que se repete entre
milhares de crianças todos os dias, revela aquilo que
estamos acostumados a sentir na própria pele: o
descaso com o ofício de professor, que hoje possui
uma imagem desgastada em virtude de todas as
transformações que a educação sofreu em nosso país.
Mas, como afirmou a menina, não há jornalista,
advogado, médico ou outro doutor que não tenha,
algum dia, freqüentado salas de aula, dividindo
diariamente suas experiências com os mestres que
nos ensinam não só matemática, física, química, como
nos ensinam sobre a própria vida.
Os salários são baixos, as condições de ensino
são, hoje, muitas vezes precárias, mas a maior virtude
do mestre está em ensinar. Em conduzir crianças,
adolescentes, adultos, a algum rumo na vida.
É possível que não nos recordemos de todos
os professores com quem tivemos contato nesta vida,
mas sem dúvida nos lembramos de algum mestre
em especial. A primeira professora costuma ser
sempre inesquecível, assim como aquele mestre na
faculdade que nos ajudou a tomar um rumo mais
acertado na profissão.
Apesar de todos os percalços, de todas as
dificuldades, é nos mestres em quem confiamos.
Mestres que não abandonam seus caminhos, por mais
difíceis que sejam, mantendo vivo o compromisso de
educar. Como dizia Fernando Pessoa, “tudo vale a
pena, se a alma não é pequena”. Aos professores de
almas enormes, aqui vai o nosso muito obrigado por
nos ensinar a viver.

sábado, 8 de maio de 2010